terça-feira, 30 de Junho de 2009

O ENDOSCÓPIO

Mas o ponto mais alto que atingiu em matéria de Óptica foi, sem dúvida, por volta de 1963, a invenção do endoscópio de fibras ópticas, para fins técnicos e de medicina, bem como um derivado especial para assuntos secretos e de espionagem. Tal aconteceu porque uma poderosa empresa alemã, tomando conhecimento das suas habilidades e potencialidades, não hesitou em contactar o empregado bancário português e desafiá-lo para encontrar a solução de um intrincado problema com feixes de fibras ópticas, com que uma equipa de técnicos profissionais se confrontava e não lograva conseguir. A empresa alemã forneceu-lhe a matéria prima necessária, desconhecida no mundo de então, com excepção de uma congénere norte-americana em competição secreta para o mesmo objectivo, mas também sem êxito. E Alves Martins, aceitando o grande desafio, concebeu e construiu, sozinho, aparelhagem para fabricar os dois primeiros feixes de fibra óptica, com o segredo solucionado da transmissão de imagens. Em quinze dias, sobretudo o segundo feixe, porque já beneficiava das correcções dos defeitos ocorridos no primeiro, estava pronto para responder ao desafio dos alemães. Como já havia recebido deles grandes promessas, permitiu que os feixes fossem enviados para a Alemanha e, de imediato, recebeu por carta os maiores elogios pelo rápido sucesso alcançado. Mas antes disso, uma vez que já sabia qual era a finalidade da aplicação dos feixes, não perdeu tempo e concebeu e desenhou o esquema óptico do moderno endoscópio, hoje em serviço em todos os hospitais e clínicas do mundo. Embora tivesse feito o registo de patente em Portugal, Estados Unidos, Alemanha, França e Inglaterra, de nada lhe valeu, as promessas não se cumpriram e como prémio de consolação material, apenas a exibição da medalha de prata com que foi premiado num Salão Internacional de Inventores, em Bruxelas. De então para cá, dezenas de entrevistas a jornais, revistas, rádio e televisão, sempre solicitado com grande e espontâneo apoio, com destaque especial para a Agência de Noticias Europa Press, que, através das suas 90 agências espalhadas em todo o mundo, naquela altura, tão bem soube acusar os alemães e defender o bancário português. Para terminar, nos anos oitenta, realizou-se em Lisboa um Congresso Internacional de Gastrenterologia com a participação de grande número de representantes estrangeiros e de um … endoscópio de fibras ópticas. A Associação Portuguesa de Criatividade reagiu ao evento e enviou um extenso telegrama, informando o Congresso e reclamando para Portugal a glória da invenção do endoscópio, mas os nossos compatriotas presentes e responsáveis, nem sequer tiveram a dignidade de agradecer o telegrama, porque a subserviência nacional só reconhece capacidades e méritos aos estrangeiros.

5 comentários:

thorazine disse...

Muito bom! Obrigado, não conhecia este inventor português..fico à espera de saber mais..

F A M disse...

Tive muito gosto que visitasse a minha página, estou ainda a escrever outros artigos sobre diversas actividades, como energias renováveis. Pode sempre entrar em contacto para o meu mail: inventonices@gmail.com

Nela disse...

Olá, como está?
Anseio por ver aqui um artigo sobre o cancro, os anti-oxidantes, os radicais livres, os factores ambientais, etc, etc...
E gostaria de contar com a sua visita ao meu espaço:
http://maisumbocadinho.blogspot.com/
Até breve

Alves Martins disse...

Cara Nela

Não se esqueça de ir à Palestra de dia 7 de Novembro, lá podemos trocar umas ideías,

Com os meus cumprimentos

Alves Martins

Nela disse...

Infelizmente, não será possível. Estarei em Benavente com a peça "Rosa Esperança", Projecto Mulheres e o cancro da mama.
Obrigada e até breve